Televendas
Atacado e projetos especiais:

(11) 4674-1799
Televendas
Varejo e atacado no showroom:

(11) 2296-9235
0

Caboclos

home / Caboclos

Caboclo Pantera Negra

Ref.: 981
Caboclo Pantera Negra - Caboclo Pantera Negra de 20cm produzida com exclusiva tecnologia do nosso gesso cerâmico resinado ou mesmo a resina super resistente. Utilizamos matérias primas selecionadas como o gesso, a resina e as tintas, mantendo um alto padrão de qualidade, acabamento e durabilidade com as cores mais lindas!

Todas as imagens são pintadas à mão com toda dedicação, muita fé e o carinho que o seu santo protetor merece!

Compre sua imagem e receba em casa ou se preferir compre nas melhores lojas da sua região.
Escolha o tamanho
20cm
Escolha o acabamento
R$ 39,24
Quantidade 1

Caboclo Pantera Negra
Caboclo Pantera Negra de 20cm produzida com exclusiva tecnologia do nosso gesso cerâmico resinado ou mesmo a resina super resistente. Utilizamos matérias primas selecionadas como o gesso, a resina e as tintas, mantendo um alto padrão de qualidade, acabamento e durabilidade com as cores mais lindas!

Todas as imagens são pintadas à mão com toda dedicação, muita fé e o carinho que o seu santo protetor merece!

Compre sua imagem e receba em casa ou se preferir compre nas melhores lojas da sua região.


Tamanho: 20cm
Código de preço: W
Código: 981
EAN: 7898467305560
O que eu fiquei sabendo, é que seu pantera foi chefe de uma tribo de índios. Lá, queria apronfundar seus conhecimentos na magia então saiu a procura de novos mistérios e deixou no comando de sua tribo seu irmão, que na umbanda é conhecido como Caboclo Serra Negra. Assim, Seu Pantera foi apronfundo seus conhecimentos a origem do Pantera é africana por causa de origem e por que maioria dos seus trabalhos são ligados da magia vodu. Essa é uma das historias da passagem dele na terra. Texto de: Caroline Bastos ----------------------------------------------------------- Muito do que se ensina na internet através de blogs e sites não condiz com a realidade dos fatos... é uma pena... Muitos tem tentado em vão ensinar sobre o Caboclo Pantera Negra e até alguns novos médiuns tem se destacado no universo Umbandista e Quimbandeiro divulgando sua manifestação em seus centros. Os mais antigos Umbandistas da década de 70, tiveram o privilégio de conhecer esta poderosa entidade já em seus primeiros anos de manifestações e trabalhos de caridade na Gloriosa Umbanda. Hoje em dia seus antigos médiuns já não se encontram conosco, e são poucos dos médiuns atuais que realmente trabalham com essa poderosa entidade de forma correta e sem mistificações. Só o nome já chama a atenção, causa uma certa curiosidade nos mais aficcionados pela Umbanda ou Quimbanda em conhecer esta entidade e saber mais um pouco, muitos tem mistificado usando o nome deste poderoso Caboclo Quimbandeiro para se destacar, ou se promover no meio Umbandista e até se impor como sendo de maior axé dentro dos cultos. Mas na verdade o Sr. Pantera Negra, ou para os mais íntimos, Sêo Pantera, escolhe a dedo seus médiuns, sendo muito rara sua manifestação através da incorporação. Uma das particularidades deste poderoso Caboclo Quimbandeiro ( não usarei o termo Exú, mesmo girando na Quimbanda ele continua a ser um Caboclo ) é a sua capacidade de manifestar-se à qualquer hora do dia ou da noite, sendo por isso muito solicitado em casos de difícil solução, pois detém o poder de resolver até mesmo coisas que julgamos impossíveis. Quando manifestado através da incorporação, fala com tremenda autoridade, firme ao falar, cumpre o que diz e jamais deixa um filho-de-fé sem uma solução para seus problemas. Na Quimbanda por questões evolutivas não aceita sacrifícios de animais em suas obrigações e assentamentos, jamais se manifesta imitando o animal Pantera ou qualquer outro felino. O Caboclo Pantera Negra é um dos espíritos oriundo da Tribo Hopi dos EUA, ostenta o nome de Pantera Negra por conta de sua coragem e determinação, força e espírito guerreiro, qualidade que só os Caboclos Quimbandeiros possuem, alguns estudiosos afirmam que ele seja de origem Tupi, coisa realmente impossível, pois a Linha dos Caboclos Quimbandeiros tem em suas fileiras apenas espíritos pertencentes à tribos indígenas da América do Norte. Na Quimbanda ele é responsável pela chefia da segunda e mais temida Linha de Quimbanda, a Linha dos Caboclos Quimbandeiros, ele possui atributos diferentes dos demais Caboclos, sendo muitas vezes solicitado para trabalhos de Magia Negra e demandas espirituais, tanto ele como seus subordinados, os Caboclos Quimbandeiros. Devido à sua personalidade forte possui poderes para vencer com extrema facilidade demandas espirituais e materiais, sendo muitas vezes solicitado para os terríveis trabalhos de Alta Magia, possui o poder de curar até mesmo doenças que a medicina tradicional considera incuráveis. Muitos filhos e filhas de fé em má situação financeira recorrem à ele em busca de auxílio para seus problemas materiais, já que possui também poder de enriquecer aos que solicitam ajuda, bem como pode a qualquer momento solucionar os casos mais difíceis e aparentemente impossíveis. Com o objetivo de esclarecer melhor os Filhos e Filhas-de-fé, as sete linhas de Quimbanda são únicas, não existem linhas paralelas ou diferentes das sete linhas tradicionais, que são fixas e imutáveis, despreze o Quimbandeiro que teima em admitir linhas diferentes das originais. Segue abaixo a lista das sete linhas tradicionais e seus respectivos Chefes, entre eles, o Poderoso Pantera Negra: 1ª Linha - Linha de Malei - Chefe - Exu Rei 2ª Linha - Linha dos Caboclos Quimbandeiros - Chefe - Pantera Negra 3ª Linha - Linha do Cemitério ou das Caveiras - Chefe - Exu Caveira 4ª Linha - Linha Nagô - Chefe - Gererê o Rei de Ganga 5ª Linha - Linha de Mossurubi - Chefe - Exú Kaminaloá 6ª Linha - Linha Mista - Chefe - Exú das Campinas 7ª Linha - Linha das Almas - Chefe - Exú Omulu ( não confundir com Orixá Omulú ) Ele possui estreita relação com o Orixá Ogum, devido a sua personalidade e atributos guerreiros e está diretamente relacionado com o Caboclo Ogum Rompe Mato na Umbanda. A Linha dos Caboclos Quimbandeiros é composta de espíritos indígenas de várias tribos da América do Norte: Sherokees, Apaches, Sioux, etc... Os componentes da Linha dos Caboclos Quimbandeiros são: Exú Arranca Toco Exu Sete Poeira Exú Pimenta Exú Asa Negra Exú Gira Mundo Exú Pantera Vermelha Exú Pedra Negra Exú das Matas Exú Tronqueira Exú dos Rios Exú Quebra Galho Exú Treme Terra Pombagira Guerreira Nota importante sobre Pombagira: Há apenas uma Pombagira em toda a Linha dos Caboclos Quimbandeiros, seu nome é PombaGira Guerreira, mas de uns tempos para cá surgiu a Pombagira Pantera Negra ou Guardiã da Pantera, mas nada tem a ver com os Caboclos Quimbandeiros. Nos terreiros que cultuam a Umbanda ele é saudado no início de cada sessão de trabalhos e ao final dos trabalhos também, muito temido e respeitado ele sempre é solicitado para proteger e limpar o recinto levando as cargas negativas embora. Ainda em algumas casas tradicionais se ouve o cântico ao início ou fim dos trabalhos, sempre cercado de enorme reverência e temor: " Procure por todas bandas... Por todas vais encontrar... Seu nome é Pantera negra... Vai chegar pra trabalhar." " Já bateu a meia noite... Vou fazer minha oração... Vai chegar Pantera Negra... Com toda sua legião." Pantera Negra em seu Congá . Quando manifesto em uma sessão de Umbanda trabalha da mesma forma que nas giras de Quimbanda, sempre firme, ouve as súplicas de seus filhos-de-fé e sempre esta disposto para assumir o caso e dar uma solução o mais rápida possível. Seu curiador ( bebida ) seja na Umbanda ou Quimbanda é sempre o vinho tinto, bebe marafo ( cachaça ) apenas quando está em trabalhos de demanda ou em casos extremos onde é necessário manipular energias mais pesadas em prol do progresso de seus filhos-de-fé. Suas cores votivas são o verde e o vermelho, as mesmas cores consagradas a Ogum na Umbanda do Rio Grande do Sul, preto e vermelho podem ser acrescentadas quando é cultuado na Quimbanda. Alguns videntes tem pregado que sua manifestação através da visão mediúnica é de uma Pantera Negra ou algum tipo de ser meio homem meio felino, um tremendo erro que deve ser desmistificado. Bem como nos primórdios da Umbanda e da Quimbanda haviam médiuns que supostamente incorporavam o Sêo Pantera Negra e comportavam-se como animais ferozes e selvagens, muitas das vezes precisavam ser amarrados quando manifestos, um tipo de manifestação medíocre e infeliz, que serviu por anos como meio de impor o medo nas pessoas e o temor em cultuar esse poderoso Caboclo, que em momento algum imita algum felino em sua manifestação na terra. Portanto desconsidere qualquer manifestação baseada em urros animais ou similares afirmando se tratar de um Pantera Negra, jamais este poderoso Caboclo Quimbandeiro vai se apresentar como animal seja onde for. Sua manifestação é simples e traz sempre consigo muita paz e força espiritual sem ser agressivo para impressionar os filhos de fé. Sua manifestação através da vidência quando se apresenta é de um típico Índio Americano, devidamente paramentado para a guerra, sempre ereto e de olhar firme envolto em uma luz vermelha sem brilho. Seus médiuns de incorporação são sempre do sexo masculino, são raros os casos de médiuns do sexo feminino, ele também jamais admite mentiras ou mistificações em seus trabalhos, além disso não usa cocares de penas em sessões de Umbanda nem paramento algum quando se manifesta para prestar a caridade, na Quimbanda quando manifesto jamais usa chapéus na cabeça, gosta sempre de olhar nos olhos de seus filhos e filhas-de-fé, sempre trabalha de pés descalços, encara com firmeza seus consulentes, mas pode sim usar capa como forma de mostrar seu caráter Quimbandeiro e como indumentária do culto. Assentamento e firmeza: Seu assentamento ou o assentamento de dos componentes da Linha dos Caboclos Quimbandeiros é feito com muito mironga e com fundamentos bem diferentes do que costumamos ver em várias casas que cultuam a Quimbanda. Impossível é através de um site ensinar abertamente como ele é firmado e assentado, seus devotos ou filhos-de-fé devem procurar este conhecimento através de nossa Sociedade Ritualística de Umbanda, onde vão receber em detalhes toda orientação possível. Lembrando que seu assentamento e firmeza não depende de sacrifícios animais, mesmo se tratando de uma firmeza dedicada apenas à Quimbanda, e em nada se assemelha à assentamentos de Exús. ARQUÉTIPO DOS REGIDOS POR PANTERA NEGRA: Pessoas regidas pelo Caboclo Pantera Negra geralmente são muito joviais ( mesmo se tratando de pessoas já em idade avançada ), de raciocíno rápido, perspicazes, espertas, vorazes e muito proativas, possuem um magnetismo difícil de explicar, que atrai e fascina a todos. Carismáticos, emotivos, se magoam com muita facilidade, são os melhores e mais fiéis amigos que uma pessoa pode ter, mas também podem se tornar o pior inimigo quando contrariadas ou traídas. Românticos mas muitas vezes imaturos e teimosos, odeiam sentir-se presos, sendo que aqueles que vierem a tornar-se seu par devem desde os primeiros passos no relacionamento dar a eles total liberdade ou terão vários dissabores, pois a ânsia por liberdade é constante e essencial para eles, não significando promiscuidade, pois é algo que abominam. Generosos ao extremo, mas também exigentes, adoram ser úteis, e com absoluta certeza retribuem sem pena tudo aquilo que a eles for feito, seja o bem ou o mal, pois apesar de muito humanos e bondosos na dose certa não perdoam uma ofensa. Amam a natureza e os animais, ótimos médiuns, possuem o dom da clarividência e os sonhos premonitórios são uma constante em suas noites de repouso. Rápidos de raciocínio acabam muitas das vezes por se precipitarem, tomando decisões erradas, assumem muitos compromissos ao mesmo tempo, sendo que isso os faz estar sempre em ritmo acelerado no dia a dia para dar conta do recado. Geralmente os regidos por Pantera Negra não possuem vícios, não apreciam bebida alcoólica ou fumo, pois já trazem dentro de si aquele cuidado especial pelo corpo físico. Versátil e muito atencioso com os amigos, sincero ao extremo, ao ponto de muitas vezes até mesmo sem a intenção acabar por magoar aqueles que o cercam com suas opiniões das quais não abre mão. São excelentes Pais de família, gostam da fartura em suas casas e mesas, cuidam com muito zelo de seus filhos. O lado negativo nos médius do Caboclo Pantera Negra talvez seja mesmo a sua extrema sinceridade, pois gostam de dizer o que pensam, não gostam de lisonja e falsidade e por conta disso acabam ao longo da vida conquistando dissabores e também muitos admiradores. Possuem o dom de conquistar a confiança daqueles que os cercam, pois são firmes no falar e de rápido raciocínio, inteligentes e muito talentosos em tudo que fazem. Meu sincero e cordial Saravá à todos aqueles que cultuam o Sêo Pantera em suas casas e em seus corações, muita luz, paz e força! Texto de autoria do Babalorixá André Perrone Chefe Quimbandeiro e Dirigente Espiritual da Sociedade Ritualística de Umbanda Caboclo Pantera Negra
Oração a Caboclo Pantera Negra
Produtos relacionados
Novidades
e promoções